VODU HAITIANO E SUAS NAÇÕES

Os Loas se dividem em Nações, referentes aos seus locais de origem. No Vodu Haitiano são seis, referentes às origem da população que compõe a ancestralidade da maior parte da população do país. São elas: Nago Refere-se aos espíritos de origem Yorubá, grande parte deles sendo guerreiros e militares e tendo o vermelho como cor símbolo. Muitas cantigas dos Nago falam dos Òrísá, até porque muitos deles eram sacerdotes do Ìsèsè(a religião tradicional yorubá), como Ogou Chango, que pertencia ao culto de Sòngó. A saudação direcionada a essa nação costuma ser Awo Ache Nago(pela força de nagô) ou Nèg Nago Dioche(Rapaz Nago dê Força, geralmente direcionada a um Loa específico. O líder da Nação Nago é Ogou Badagry. Igbo Refere-se aos espíritos de origem Igbo, tribo que sofreu extremamente com o tráfico negreiro. Não só muitas pessoas dessa etnia foram escravizadas como, no Haiti, eles eram considerados mais “arrogantes”, e por isso os franceses donos de escravos recomendavam que eles recebem uma cota extra de açoitamento para se tornarem mais submissos. Por esse motivo, os Loas dessa nação são ariscos e, de fato, propositadamente arrogantes. Sua cor predileta costuma ser o marrom e saudação dessa nação é Igbo Lèlè, que é uma menção direta ao líder da mesma. Kongo Refere-se aos espíritos de origem bantu, a grande maioria advindos do Kongo. Grande parte deles são ligados aos rios, como os Simbi. Outros, como Ti Jean, são extremamente violentos e vingativos, pois consideram os europeus como traidores, sendo a maior parte desses ligados ao fogo. Eles são servidos, geralmente, durante à noite. A líder dessa nação é Reine Kongo, e a cor mais comum aos Loas dessa nação é o verde. A saudação direcionada a esses espíritos costuma ser “Ae Kongo”, que significa “Salve Kongo”. Alguns devotos também usam Nsala Malekun, por influencia do Palo Mayombe, outra religião de matriz afro-congolesa. Rada É uma das nações mais famosas e comuns do Vodu, referente aos espíritos de origem do Daomé. Eles costumam ser mais pacíficos e civilizados, de forma que Rada/Petro costuma ser usado como sinônimo de Direita/Esquerda, ou Magia Branca/Magia Negra. De fato, espíritos dessa nação só trabalham com magia branca e com forças menos densas. Os líderes dessa nação são Damballah Weddo e Aida Weddo. As cores mais comuns aos Loas dessa nação são branco e amarelo, e suas saudações são Ayibobo(uma forma de agradecimento) e Bon Bagay(Coisas Boas). Petro Refere-se aos Loas nascidos no Haiti, ou que se tornaram Loas após irem para lá. Esses Loas são mais agressivos, servidos à noite e embora muito famosos, são também muito temidos. Seu serviço, quando levado ao extremo, pode incluir coisas extremamente violentas, mas num geral, eles são os responsáveis por destruir e punir pessoas e espíritos malignos. As cores mais comuns dessa nação são preto e vermelho, seu líder é Damballah Ge Rouge, o aspecto mais destrutivo e violento de Damballah Weddo, e sua saudação é Bilolo, que é uma expressão de medo e respeito, simultaneamente. Ghede Como Nação, Ghede refere-se aos espíritos de pessoas mortas nos navios negreiros, ou que vivem no mundo dos mortos. Existe também uma família Ghede, da qual falarei mais pra frente. São ligados à todas as formas pelas quais alguém pode morrer, e sua função principal é simplesmente matar pessoas, mas podem ser convencidos a deixar alguns viverem. As cores principais dessa nação são branco e preto e seu líder é Papa Ghede. Sua saudação é Kwa(cruz), referente às cruzes do cemitério.


Fonte: http://okamosarandiyua.blogspot.com.br

Posts Em Destaque