A Tripulação Divina


A Tripulação Divina


Estejam cientes de que todos estão, nesse momento, a bordo de um imenso navio, que singra o oceano escuro do espaço sideral rumo ao infinito.


A esse navio sagrado deu-se o nome de Terra; Divina Mãe e educadora exemplar.


Navegando em águas tormentosas e violentas, a sagrada nave segue tendo como Comandante o inefável ser a quem chamamos O Cristo.


Vós que sois chamados a integrar a tripulação a serviço do Mestre Comandante, saibam que cumprem importante missão, pois nesse momento em que o divino navio executa delicada travessia almejando águas calmas e plácidas, todo tarefeiro, independente da cor de sua vestimenta ou do turno de trabalho a que se comprometeu, é peça fundamental na engrenagem maior das Leis Eternas do Universo.


Estejam firmes em suas posições e compromissos, sabendo que, se em um momento alguns têm como dever descer aos porões profundos para dali retirar toda sujeira acumulada por milênios enquanto outros realizam funções no convés, todos são, antes de tudo, pescadores. Pois a todos aqueles já despertos, cientes da missão que lhes foi confiada, cabe a tarefa maior que consiste em jogar as redes ao mar, a fim de nela recolher o maior número possível de seres.

Sois pescadores de almas a serviço do Cristo! Sois semeadores de estrelas nos corações dos aflitos!


Cumpram com louvor as vossas missões e utilizem com sabedoria e presteza os dons com que foram agraciados, para que não tenhais que prestar contas por inércia e desídia.


Tenhais a dignidade de receber com solicitude e amor, as dádivas que nosso Mestre Comandante vos envia, por meio de seres provindos das mais altas esferas que, por amor, rebaixam seu padrão vibratório para estarem entre vós, não com superioridade, mas de mãos dadas, ombreando convosco no cumprimento da missão.


Que todos possam receber nesta noite, as bençãos que neste momento caem sobre nós, na forma de suaves pétalas perfumadas, e que o perfume sublime proveniente do amor do Cristo possa permanecer entranhado em vossos corpos para todo o sempre...


Irmão Chico


Recebido no TUCPB em 16/06/2018

Posts Em Destaque