Sem Limites para a luz


Para um pouco de reflexão retirei um trecho do livro o poder da Kabbalah 13 Princípios para Superar Desafios e Alcançar Plenitude do autor Yehuda Berg:


“Um homem acorda de manhã e decide ir pescar. Vai ao cais, senta, pega a vara e a joga na água. Não muito longe, outro pescador parece estar conseguindo fisgar muitos peixes, os quais mede com uma régua. Depois de medi-los, ele joga alguns de volta na água e guarda outros. Após observar algum tempo o comportamento desse segundo pescador, o primeiro se aproxima e pergunta: “O que está acontecendo? Por que você está jogando alguns peixes de volta e guardando outros? O que você está querendo com isso?


O segundo pescador responde: “Eu só tenho uma panela de trinta centímetros em minha casa. Eu só fico com os peixes que medem menos de trinta centímetros. Os peixes maiores que não cabem na minha panela eu jogo fora”.


Como todo conto é uma história bem simples, nesse caso ele poderia cortar o peixe para por na panela, vende-los e comprar uma panela maior entre outras coisas. Aqui a solução é óbvia mas em muitas circunstancias de nossa vida fazemos igual ele, não nos aceitamos como merecedores de muita felicidade só um tiquinho eu só mereço até aqui. As vezes temos até inveja dos que possuem uma panela maior que cabe mais “felicidade”. O mais importante realmente é a panela?


Agora será que você não está se limitando por uma régua? As frases mais comuns de nosso dia a dia que ouço: Ela é muita areia pro meu caminhãozinho, Isso é bom demais pra mim, Se eu fosse Fulano eu ia ser o cara, nasci pobre, feio etc etc etc…. Quantos encarnados e desencarnados se auto-torturam por anos, vidas, até séculos por escolhas infelizes que cometeram. Ao invés de aprender pela dor não é melhor aprender pelo trabalho e pela verdadeira felicidade que só se conquista quando se tem amor próprio.


Para finalizar esse post seguem sábias palavras de Osho:


“Eu lhe ensino que a primeira coisa e a mais importante é ser amoroso consigo mesmo. Não seja duro, seja suave. Cuide de si mesmo. Aprenda a se perdoar – quantas vezes precisar, sete vezes, setenta e sete vezes, cento e setenta e sete vezes. Aprenda como perdoar-se. Não seja duro, não crie antagonismos contra si mesmo. E então você florescerá. E nesse florescimento você atrairá uma outra flor. E há então um relacionamento com graça, com beleza, que tem em si uma benção. E se você puder encontrar tal relacionamento, ele crescerá numa prece…. o seu amor tornar-se-á um êxtase… e através do amor você saberá o que é Deus”


Paz e Luz sem limites a todos


Fonte: https://www.deldebbio.com.br/13673/#more-13673

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Black Instagram Icon
  • Google+ Basic Square

© 2026 por Sete Luzes.